quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Roberto Henriques reafirma apoio a Jorginho Virgílio


“Jamais deixaria um companheiro meu nessa situação vexatória..."

Para Roberto, esse é o momento de fazer um divisor de águas, para assim, dar segurança ao governo do Estado, já que, acrescentou o deputado, pessoas que exercem cargos de confiança, devem lealdade a Cabral.

“Jamais deixaria um companheiro meu nessa situação vexatória, “governando” como governa a rainha da Inglaterra, que é rainha, mas não manda em nada. Então, diante de tudo o que aconteceu, aproveito para afirmar, mais uma vez, meu apoio a Jorginho, para que ele não aceitasse essa situação, assim como eu também não aceitei alugar meu mandato e nem deixar Garotinho me manipular”, afirmou o deputado. 

Que deu seguimento às suas afirmações, acrescentando que todas as pessoas que exercem cargos de confiança no Estado, mas não a lealdade ao governo, deveriam entregar seus postos.

“Não podemos seguir a dois senhores, até porque, é conhecida a limosidade com que o casal Garotinho trata o governador. A verdade, é que tudo isso tem que mudar e, além do e-mail enviado, também vou relatar a Cabral, exercendo a minha função de Deputado Estadual do PSD, partido pertencente a base aliada, que o PSB, por exemplo, tem em Campos dois vereadores, são eles Altamir Bárbara e Jorge Rangel, que fazem parte da base aliada de Rosinha. 

O PTC, presidido por Thiago Virgílio, que se apresenta em Campos como parte da assessoria do secretário estadual Júlio Lopes, também está no arco de apoio à prefeita. Vou relatar, que o PSC, é presidido em Campos por Gilson de Souza Gomes e presidido no Estado por Ronald Azaro, secretário de Turismo do governador. Assim como a pessoa que destratou o Jorginho, a Major Marli, que é coordenadora de fiscalização do Detro no Rio, trabalhou na segurança pessoal da Rosinha, ao longo do seu mandato como governadora”, exemplificou o deputado, dando continuidade às citações.

“Ainda não acabou. Um dos Detrans em Campos é chefiado pelo Igor Pereira, indicação de Gil Viana, sempre da base da prefeita Rosinha e filiado ao PR. Assim como o sub-chefe do Detro em Campos, Renato Alvarenga. Ou seja, as pessoas que ofenderam o ex-vereador Jorginho Virgílio aqui no Rio, são pessoas politicamente ligadas aos adversários. Ou seja, na verdade, estou aproveitando o ocorrido com o Jorginho, para relatar tudo isso e, como disse anteriormente, fazer definitivamente um divisor de águas, para que aqueles que estão em cargos de confiança no interior, ou que dirigem partidos da base do governador, que sejam aliados e estejam na conformidade dos seus atos”, concluiu Roberto Henriques.

Leiam a matéria na íntegra AQUI  no Portal Campos Notícia
 

Liminar de Rosinha: promoção ministerial é favorável a extensão do prazo


 Nos autos da Ação Cautelar nº 66329 o Ministério Público Eleitoral - MPE é favorável pelo acatamento do pedido de reconsideração da decisão, para que seja determinada a extensão do prazo determinado para vigência da medida liminar deferida à fls.104 até o julgamento do recurso interposto.

SJMPE 25/10/2011 12:46 Enviado para CORIP. Com manifestação do MPE pelo acatamento do pedido de reconsideração da decisão, para que seja determinada a extensão do prazo determinado para vigência da medida liminar deferida à fls.104 até o julgamento do recurso interposto.

Jorge Virgílio pede exoneração do PACRE III e poderá assumir chefia de gabinete da ALERJ

Clique na imagem
 
 
 
 
 

terça-feira, 25 de outubro de 2011

FOI SUCESSO O DESFILE ELEIÇÃO DA NOVA MISS SANFRANCISCANA, VERSÃO 11 ANOS, EM SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA - RJ.

DESFILE- ELEIÇÃO
MISS SANFRANCISCANA
"VERSÃO 11 ANOS".

FOI NUM CLIMA DE MUITA ALEGRIA E FELICIDADE, QUE NO SÁBADO 22/10, FOI APRESENTADO O DESFILE ELEIÇÃO DA MISS SANFRANCISCANA, VERSÃO 11 ANOS.
O EVENTO COMEÇOU ÀS 22 HORAS, E ACONTECEU NO GUAXINDIBA PRAIA CLUBE.
 LINDAS JOVENS DESFILARAM NA PASSARELA, E PUDERAM APRESENTAR EMPOLGAÇÃO, SIMPATIA E BELEZA.
O AGITO MUSICAL AGRADÁVEL E TOCANTE, FICOU POR CONTA DOS DJS MAGNO SILVA E HERMANO CARDOSO.
A COMISSÃO JULGADORA FOI FORMADA POR PESSOAS CAPACITADAS E INTELIGENTES A CONVITE DA PRODUÇÃO DO EVENTO.
A SEGURANÇA FOI TOTAL COM PRESENÇAS DE HOMENS INSTRUÍDOS E BEM PREPARADOS.
O INGRESSO COM PREÇO ACESSÍVEL PODE CONTAR COM UM PÚBLICO DE QUALIDADE.
 A COBERTURA FOI GERAL, VEJAM FOTOS DE RONALDO BRUM.
ELEITA 1ª COLOCADA DANIELA DA SILVA

OS PREPARATIVOS, MAQUIAGEM ALINE MARRY.

AS CANDIDATAS AO TÍTULO, MAYARA CAMPOS, ARIANA XAVIER, MARIA EDUARDA  PINHEIRO, NATHYÉLLE DIASREBECCA GOMES GUIMARÃES, QUE PASSOU A FAIXA, DANIELA DA SILVA, BLENDA LEANDRO, PÂMELA SANTOS, GECIANE PEDRA E JOYCE CAETANO.


OS MODELOS NATHANA GOMES E EVAIR MACEDO, ABRIRAM O EVENTO.


PRESENÇAS IMPORTANTES NA COMISSÃO JULGADORA, DRA. MANUELA HENRIQUES, PROFESSOR OLIVIER ALMEIDA, SIMONE PEDROSO, HENRIQUE SANTANA. 



LOCUTOR GEFERSON CRUZ, SERVIDORA PÚBLICA MILIANE FIGUEIREDO E O PRESIDENTE DO TRAVESSÃO ESPORTE CLUBE LEANDRO BABÃO. 


LEANDRO, PRESIDENTE DO SINDICATO DOS MOTORISTAS DE TÁXIS DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, MARCELO VIVÓRIO, EX- MISS SANFRANCISCANA REBECCA G. GUIMARÃES, ADVOGADO DR. NELSON VINAGRE, QUE PRESIDIU A COMISSÃO E O ADVOGADO CRIMINALISTA DR. FERNANDO TAVARES.




APRESENTAMOS UMA COREOGRAFIA SIMPLES, JÁ NO CLIMA DE VERÃO, DANDO ASSIM UM IMPACTO DE COMO SERIA O DESFILE NA NOITE.



ARIANA XAVIER



BLENDA LEANDRO



DANIELA DA SILVA



GECIANE PEDRA



JOYCE CAETANO



MARIA EDUARDA PINHEIRO



MAYARA JUNKEIRA CAMPOS



NATHYELLE DIAS



PÂMELA SANTOS




DJ. MAGNO SILVA


DJ. HERMANO CARDOSO


O POETA ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE E ESPOSA.


LEONARDO SIQUEIRA E DONA MARLENE



FERNANDO SIQUEIRA  E ANA LÚCIA



DR. FERNANDO TAVARES



MARCELO VIVÓRIO E JÚLIO CÉSAR




3ª COLOCADA PÂMELA SANTOS, 1ª COLOCADA DANIELA DA SILVA, 2ª COLOCADA MAYARA CAMPOS.





A PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO DO EVENTO FOI DE JÚLIO CÉSAR.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

TRE: Rosinha fora da pauta

rosinha_garotinho

Na última semana, a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) informou (aqui) que o julgamento da prefeita Rosinha Garotinho (PR) poderia acontecer esta semana. Porém, conforme informou o jornalista Fernando Leite em seu blog (aqui), o caso não está na pauta da sessão de quarta-feira (26). Como a liminar da prefeita está chegando ao fim, agora resta saber quais serão os próximos capítulos desta novela.
TRE diz que julgamento pode acontecer — Em contato com o repórter Thiago Andrade, da Folha, a assessoria do TRE informou que se o julgamento de Rosinha acontecer após o fim da liminar, a prefeita terá que aguardar fora do cargo. Porém, ressaltou que dois agravos deverão entrar na pauta no dia da sessão (26). Um diz respeito ao pedido de ampliação do prazo da liminar e o outro é o que culminou na cassação da prefeita, no dia 28 de setembro.
Rosinha X PMDB na pauta — O julgamento envolvendo a filiação da prefeita ao PMDB, adiado na última semana após solicitação dos advogados da prefeita, volta automaticamente esta semana.


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Dilma avalia que depoimento de Orlando Silva não foi suficiente para afastar pressão política por saída do ministro




MAPUTO (Moçambique) - Após o depoimento do ministro do Esporte, Orlando Silva, na Câmara dos Deputados , a presidente Dilma Rousseff avaliou que os esclarecimentos oferecidos aos deputados foram adequados, porém ainda não suficientes para afastar a pressão política pela sua saída, nem mesmo para eliminar de vez as suspeitas que recaem sobre o subordinado. A presidente, de acordo com auxiliares que a acompanham em viagem de quatro dias à África, espera com atenção o resultado da audiência marcada para esta quarta-feira no Senado, onde o próprio governo acredita que Orlando Silva enfrentará um debate mais duro com a oposição.
Na Câmara, o ministro rebateu acusações de que coordenaria um esquema de desvio de recursos na pasta e disse que colocou à disposição de autoridades seus sigilos fiscal, bancário, telefônico e postal. O Planalto avalia que não há dúvidas sobre o bom desempenho de Orlando Silva no primeiro teste no Congresso, depois que o policial militar João Dias Ferreira o acusou de operar um esquema de desvio de recursos do Esporte. Para a presidente, porém, também pesa a análise do noticiário e da fundamentação de novas denúncias, que aparecem a cada dia. Nesta quarta-feira, o GLOBO publicou entrevista com o acusador, em que Ferreira aponta a existência de uma suposta central de propina no ministério.
Além de novas denúncias, Dilma Rousseff acompanha atentamente a evolução das apurações levadas a cabo pela Controladoria Geral da União (CGU), encarregada de analisar detalhadamente as fraudes nos convênios entre o Esporte e organizações não-governamentais (ONGs), no programa Segundo Tempo. A CGU também mantém a presidente informada sobre a existência ou não de comprometimento do ministro em desvios já constatados.
Após a publicação da entrevista de Ferreira, no último final de semana pela revista "Veja", Orlando Silva pediu à Procuradoria Geral da República e à Polícia Federal que apurassem as acusações, atitude considerada positiva pela presidente. O próprio ministro admitiu que são denúncias gravíssimas. A única vez que a presidente se pronunciou sobre o caso foi na segunda-feira, quando disse que acompanha atentamente a evolução dos acontecimentos e criticou convênios firmados com ONgs classificadas como frágeis.
Em Moçambique com Dilma, o assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, afirmou que o governo continua se valendo da presunção de inocência para tratar das denúncias. O assessor também desqualificou o policial que delatou o suposto esquema de corrupção.
- Ele ( João Dias) não tem currículo, ele tem prontuário. Quero ver como ele vai sair dessa - afirmou o Marco Aurélio, referindo-se a falta de comprovação das denúncias apresentadas pelo policial militar.

Presidente se reúne com empresários brasileiros e moçambicanos

Dilma Rousseff chegou no final da tarde desta terça-feira a Maputo, capital de Moçambique, onde se encontra com empresários brasileiros do setor de mineração e da construção civil e, mais tarde, tem reunião com o presidente Armando Guebuza. A visita ocorre em um dia simbólico e de feriado nacional, em memória aos 25 anos da morte do herói da independência e primeiro presidente de Moçambique, Samora Machel.
Pela manhã, a presidente esteve no Monumento aos Heróis Moçambicanos, onde participou de oferenda floral a Samora Machel. Participaram, além de Dilma e Guebuza, três presidentes africanos. O anfitrião deu tratamento especial à presidente, que o acompanhou em um passeio por mais de dez minutos na praça central do Monumento, quando apresentou a ela cada uma das atrações folclóricas que participaram do evento.
Participam do encontro de empresários brasileiros, representantes da Vale, da Odebrecht, da Galvão e da Andrade Gutierrez. Os investimentos da Vale em Moçambique, onde explora uma jazida de carvão mineral em Moatize, devem alcançar US$ 4,5 bilhões, de acordo com o Ministério de Relações Exteriores.


Fonte: http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/10/19/dilma-avalia-que-depoimento-de-orlando-silva-nao-foi-suficiente-para-afastar-pressao-politica-por-saida-do-ministro-925610984.asp

segunda-feira, 17 de outubro de 2011


Dilma cobra explicação: ministro do esporte Orlando Silva (PC do B) que apoiou a Professora Odete (PC do B) em seu programa eleitoral nas eleições de 2008 para prefeitura de Campos é suspeito de corrupção.

Dilma convoca ministro do Esporte para dar
 explicações

O ministro do Esporte, Orlando Silva (PC do B), antecipou sua volta do México ao Brasil após ser convocado pelo Palácio do Planalto a dar explicações sobre as acusações de corrupção na pasta, que chefia desde 2006, informa reportagem de Andreia Sadi e Bernardo Mello Franco publicada na Folha desta segunda.
A íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).
À revista "Veja" o policial militar João Dias Ferreira acusou Silva de participação direta num esquema de desvio de recursos do programa Segundo Tempo, que dá verba a ONGs para incentivar jovens a praticar esportes. Segundo o relato, o ministro teria recebido dinheiro vivo na garagem da pasta.

No sábado, o ministro rebateu as acusações de que comanda um esquema de desvios na pasta afirmando que os fatos fazem parte de uma "trama farsesca".
"Estou sereno, mas indignado diante de tamanha agressividade", disse em entrevista coletiva, em Guadalajara, onde acompanha os Jogos Pan-americanos.


Editoria de Arte/Folhapress


segunda-feira, 10 de outubro de 2011


Polícia Federal: cantores Belo e Latino e os jogadores Kleberson, Diguinho e Emerson na mira da Justiça


A concessionária do Rio de Janeiro que foi alvo da megaoperação da Polícia Federal em 14 estados e no Distrito Federal tem entre seus clientes cantores e jogadores de futebol. Escutas gravadas com autorização da Justiça mostram negociações de até R$ 1,7 milhão por uma Lamborghini.

O jogador Emerson Sheik, atualmente no Corinthians, não foi encontrado pelos investigadores na sexta-feira (7). Ele tem dois dias para entregar o carro importado irregularmente, um luxuoso Chevrolet Camaro.

Emerson teria apresentado outro jogador: Diguinho, do Fluminense, aos donos da concessionária. Diguinho aparece ao lado do BMW X-6, poucos dias antes da operação.

Na sexta-feira, veja onde o carro foi parar.

Kleberson, do Atlético Paranaense, usava um GMC Hummer, também apreendido. E procuradores dizem que também investigam jogadores do Flamengo e do Botafogo.

O cantor Latino é outro que não foi encontrado, e tem que apresentar à Receita Federal, até terça-feira (11), um Cadillac Escalade.

Para o procurador, muitos dos compradores sabiam da origem irregular dos automóveis. “Eu não posso entrar em detalhes sobre uma ou outra transação. Mas os indivíduos que compraram esses carros sabiam na maior parte, a gente tem certeza disso, sabiam que o automóvel era usado”, garante o procurador Antonio Cabral.

O Ministério Público Federal também pediu uma investigação sobre o cantor Belo, já que, segundo a polícia, vários telefonemas gravados citam o artista. Em um deles, Haylton, o dono da concessionária, ameaça recolher, por falta de pagamento, dois carros comprados por Belo: dos modelos Audi R-8 e Porsche Panamera.

Procurados pela reportagem, Belo, Latino, Kleberson, Diguinho e Emerson afirmam não saber de irregularidades nos carros comprados por eles. Leiam a matéria na íntegra AQUI

TRE poderá julgar medidas tomadas pela Prefeita Rosinha ainda nessa semana



O Procurador Geral do município de Campos Dr. Francisco Pessanha noticiou em seu espaço eletrônico que essa semana poderá ser crucial para a cidade de Campos dos Goytacazes.

Segundo o nobre procurador, os advogados da Prefeita Rosinha Garotinho estão no TER (Tribunal Regional Eleitoral) a espera de definições para as datas de julgamento das medidas tomadas pela prefeita, no que concerne aos processos eleitorais.

A matéria na íntegra pode ser lida AQUI  no blog do procurador.

Fonte: http://blogclaudioandrade.blogspot.com/

Seção criminal aceita denúncia contra Alexandre Mocaiber, vereador Marcos Bacellar e outros


 A Seção Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) aceitou uma denúncia contra o vereador Marcos Bacellar, o ex-prefeito de Campos Alexandre Mocaiber e Gusmar Coelho, Lupércio Rodrigues e Cláudia da Silva Motta, por suposto desvio de rendas públicas em proveito próprio, através da empresa “Ensaite”, que prestava serviços no Fórum Maria Tereza Gusmão, em Campos. A denúncia faz referência ao contrato que envolveria as áreas de Família e Infância. 

De acordo com a denúncia, Bacellar teria sido o intermediário do contrato entre a Prefeitura de Campos e a Ensaite, supostamente de “laranjas”.

Leiam a matéria na íntegra AQUI  no blog do jornalista Esdras Pereira.
 

Ex-policial receberia R$ 400 mil para matar deputado Marcelo Freixo(PSOL)


Ex-cabo da Polícia Militar que fugiu do Batalhão Especial Prisional (BEP), em setembro passado, estaria articulando um plano para executar o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL). Ligado a um grupo paramilitar de Campo Grande, na Zona Oeste, Carlos Ary Ribeiro, o Carlão, receberia R$ 400 mil para matar o parlamentar, que presidiu a CPI das Milícias. De acordo com documento reservado da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, o ex-PM já teria feito levantamento da rotina do político, inclusive dos horários em que ele dispensa a segurança da Assembleia Legislativa do Rio.

Procurado pelo GLOBO, Marcelo Freixo confirmou ter sido informado sobre a existência do plano pelo presidente da Alerj, deputado Paulo Melo (PMDB), que aumentou o aparato de segurança do parlamentar:

- Após a morte da juíza Patrícia Acioli as ameaças feitas a mim triplicaram. Isso pode ser um sinal de que o crime organizado no Rio pretende avançar nas suas fronteiras, não aceito que esse problema seja exclusivamente meu. As milícias continuam com seus negócios e territórios em expansão, somente as prisões não vão deter esses grupos. É preciso retirar deles as fontes de lucro. Convivo com o medo, a vontade de viver e de continuar fazendo o que acredito - afirma Marcelo Freixo.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011



MARCELO VIVÓRIO NOVO FILIADO DO PARTIDO PATRIA LIVRE, CONVIDA A TODOS PARA UMA REUNIÃO DO PARTIDO HOJE 07/10/2011 ÁS 16 HORAS NA AV. SETE DE SETEMBRO NO SALÃO DUETO AO LADO DA ANTIGA CLÍNICA EDSON COELHO, CONTO COM VOCÊS. UM FORTE ABRAÇO.
Campos dos Goytacazes 07/10/2011

Arquivo do blog

Curtir

.